Domingo, 15 de Abril de 2007

Livros

Para juntar aos que já tenho, recebi, ontem de prenda de anos, mais um livro.

Este é da escritora Italiana, Sveva Casati Modignani , intitulado: "Uma Chuva de Diamantes".

Da mesma escritora tenho; "Baunilha e Chocolate", e " 6 de Abril 96". Gosto da maneira como ela escreve. Uma linguagem simples. muito acessível e de boa descrição narrativa.

Uma das frases deste livro, diz o seguinte: - Entre paixões e desamores, nasce a força para começar de novo...

Boa sujestão, para iniciara a leitura deste livro.

Índice:
publicado por Chicailheu às 10:32

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 13 de Abril de 2007

Livros

Este livro dá a conhecer as Festas Tradicionais dos Açores.

No entanto, o escritor, Francisco Ernesto de Oliveira Brum (meu vizinho), faz mais referência à Festa do Divino Espírito Santo, incluindo as Funções.

Esta obra contém um manancial de fotos antigos, o que por si, já a torna num belíssimo livro a não perder.

Índice:
publicado por Chicailheu às 03:37

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

Livros

Este livro do escritor, Paulo Coelho, marcou-me bastante, na altura em que o li.

Tenho anotado numa das primeiras páginas o seguinte: - " Neste livro existem frases, passagens, vivências e muitas outras coisas profundas que me dizem muito!..."

Data- 1 de Junho de 2004.

É um bom livro!

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 16:13

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Abril de 2007

Livros

O livro sobre o qual vou postar, comprei-o a 12 de Maio de 1994.

"Dance Enquanto Puder", é um livro escrito pela actriz Sirley MacLaine , que eu li com muito agrado .

Há várias passagens no mesmo, que nos levam a meditar acerca da nossa passagem por cá...neste Planeta!

Extraí esta passagem: - A poeira do passado da nossa família acabaria por desaparecer um dia, tal como todos nós...

É um livro direccionado para pessoas com uma forte espiritualidade e de sentimentos profundos!

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 16:37

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 9 de Abril de 2007

Livros

Um livro que deu azo a uma das primeiras telenovelas Brasileiras, foi o do escritor Jorge Amado; "Gabriela, Cravo e Canela.

Eu tenho essa boa obra, desde há alguns anos...já nem me lembrava que o tinha!

Na sequência da procura dos meus livros a fim de postar sobre os mesmos, encontrei-o, e vou voltar a lê-lo.

Como não posso ter todos os livros na frente das parteleiras dos livros, eis porque este estava escondico por trás de outros.

Este romance relata a vida de uma cidade do interior do Brasil, tendo como figura principal, a imagem de Gabriela,uma moça linda, com seu perfume a cravo e canela e muito alegre e sonhadora!

No livro tem um pequenino verso:

O cheiro de cravo,

a cor de canela,

eu vim de longe

vim ver Gabriela.

 

(moda da zona do cacau)

 

É um belo livro, a não perder!

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 15:52

link do post | comentar | favorito
Sábado, 7 de Abril de 2007

Livros

Hoje vou falar de um livro de culinária escrito por um Escritor Terceirense, Senhor Augusto Gomes.

O meu realcionamento com este Senhor, vem desde que eu era criança. Ele era amigo do meu avô paterno. Partilhavam os mesmos Ideais Políticos, e tinham longas conversas.

Cresci,e por uns tempos não convivi com o Senhor Augusto Gomes. Um dia, foi-me dito que ele tinha escrito um livro, onde falava no meu avô e num dos meus tios. Fiquei curiosa e fui comprar.

Intitula-se esse livro: "Os Filósofos da Rua".

Tenho o livro, e ainda comprei mais dois. Um para levar de prenda ao meu pai, e outro para enviar para o meu tio João, que nessa altura vivia no Canadá.

Mais tarde o Senhor Augusto publicou outros livros, entre eles, este de que vou escrever.

Mas, antes, quero fazer um aparte, para dizer que os prefácios, do meu primeiro e segundo livro foram escritos por esse Ilustre Senhor.

Era um Santo Homem, muito educado. 

Faleceu há por aí uns três ou quatro anos. Muitas conversas tivemos, e muito com ele aprendi!

Cozinha Tradicional Da Ilha Terceira, não é apenas um livro de culinária. O autor impregnou-o com laivos de sabores, poesia e regionalidade, como só ele o sabia fazer!

Para além deste contam as suas obras:

"Perdoe pelo Amor de Deus", Filósofos da Rua", Cozinha Tradicional da Ilha de S. Miguel", e "Teatro Angrense-Elementos para a sua História".

 

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 14:53

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 5 de Abril de 2007

Livros

Onte , pus-me a pensar quantos livros já teria?

Chego à conclusão que ultrapassam os trezentos...mas um dia destes vou me dar ao trabalho de os contar , aproveitando o ensejo para os organizar, por escritores, e diversos.

Nesta data, já precisava, de um bom móvel só para livros...mas não se pode ter tudo.

Tenho uns nas parteleiras do móvel da sala, e ou outros numas parteleiras , no segundo andar, mas já os coloco ao atravessado por cima dos que estão ao alto.

 

Como já disse , tenho as minhas preferências, mas tenho um pouco de tudo.

Um dos livros que também gostei muito de ler foi: "Vai  aonde te leva o coração", da escritora : Susana Tamaro , escritora Italiana. Ao ler este livro, sublinhei frases que me tocaram...algumas pareciam terem sido escritas por mim .

 

Vou citar : "A infância e a velhice são muito semelhantes. Em ambos os casos, por motivos diferentes, é-se bastante inerme. Ainda não- ou já não- se toma parte activa na vida e isso permite que se viva com uma sensibilidade sem esquemas , aberta.

 

"De início não damos conta de nada, estamos convencidos de que a couraça ainda nos envolve totalmente, até que um dia, inesperadamente, por uma coisa estúpida, sem sabermos porquê, damos por nós a chorar como crianças"

 

" As lágrimas que não saem depositam-se no coração, com o passar do tempo vão formando uma crosta e paralisam-no, como o calcário se  encrosta e paralisa as engrenagens da máquina de lavar."

 

Este é um livro que recomendo.

Índice:
publicado por Chicailheu às 07:36

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 4 de Abril de 2007

Livros

José Cardoso Pires nasceu a 2 de Outubro de 1925 na aldeia  de peso, distrito de Castelo Branco e faleceu em Lisboa a 26 de Outubro de 1998.

Em 1991, foi distinguido como Prémio Internacional União Latina ( Roma ), em 1992 com o Prémio Internacional Ultimo Novecento ( Pisa ), em 1997 como Prémio Pessoa e em 1998 com os Prémios Vida Literária da Associação Portuguesa de literatura da Casa da Empresa.

De José Cardoso Pires, tenho Três livros. O delfim, Balada da paria dos Cães e De Profundis , Valsa lenta.

Este último foi o que mais gostei de ler.

 

Este livro foi escrito, após o escritor, ter passado por um longo período de tempo em COMA. Todos os relatos que faz, foram experiências vividas por ele durante o Coma.

Depois de lermos com atenção as narrativas de um homem, que só ouvia..leva-nos a pensar se realmente existirá vida para além da morte?!

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 17:26

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Abril de 2007

Livros

Já li este livro há bastante tempo.

Mas recordo-me que chorei ao ler várias passagens.

"O Diário de Anne Frank ", é um livro que relata a fuga de uma família Judia, e todos os contornos de tristeza, de amargura e até de morte!

ANNE FRANK , uma jovem de treze anos, relata no seu diário, tudo o que vê, ouve e observa.

Ao ler estes relatos, nunca pensaria terem os mesmos sido escritos por uma "jovem menina", mas sim por um adulto.

Vale a pena ler!

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 18:35

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 2 de Abril de 2007

Livros

Embora não tenho nenhum livro de "Fernando Pessoa", conheço bastante dos seus poemas.

No entanto já mandei vir do Círculo de Leitores, um das suas obras.

Não podia deixar de entre tantos outros Poetas portugueses, falar neste grande vulto da poesia portuguesa!

Encontrei numa das minhas agendas, esta de 1994, o poema que vou citar.

 

O SINO DA MINHA ALDEIA

 

Ó sino da minha aldeia,

Dolente na tarde calma,

Cada tua badalada

Soa dentro da min'alma .

 

E é tão lento o teu soar,

Tão como triste da vida,

Que já a primeira pancada

Tem um som de repetida.

 

Por mais que me tanjas perto

Quando passo triste e errante,

És para mim como um sonho:

Soas-me sempre distante.

 

A cada pancada tua,

vibrante no céu aberto,

Sinto mais longe o passado,

Sinto a saudade mais perto.

 

Fernando Pessoa in "Quadras ao Gosto popular"

Índice:
publicado por Chicailheu às 15:55

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

mais sobre mim

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Índice

adágios

adivinhas

agradecimentos

amizade

amor

anedotas

aniversários

apontamentos

artes decorativas

as minhas músicas

até amanhã

bancos de jardim

boa noite

boa semana

boa tarde

boas recordações

bom dia

bom domingo

bom fim de semana

carnaval

coisas de que gosto

comentários

comentários ano novo

comentários da chica

comentários de natal

comentários de sábado

comentários noturnos

comentários tristes

conselhos úteis

culinária

curiosidades

datas comemorativas

desafios

destaques

dias da semana

dicas

domingo

drinks

efemérides

favoritos

feliz ano novo

feliz natal

fim de semana

fofuras

foto do dia

fotos

fotos interessantes

fotos lindas

frase de domingo

frase de hoje

frase do dia

frases

frases de natal

frases do dia

frases lindas

frases luminosas

frases noturnas

humorismo

ilha terceira

ilhas dos açores

imagem de hoje

imagem do dia

imagens lindas

janelas

janelas de natal

livros

meus textos

miminhos

miminhos de amizade

minhas músicas

minhas telas

músicas favoritas

músicas preferidas

músicas românticas

os meus poemas

outros poemas

parabéns

páscoa

pela madrugada

pela noite dentro

pensamentos

poemas

poemas de natal

preces e orações

prosas

provérbios

quadras populares

recados de natal

recordações

reflexões

retratos dos açores

sabia que

saúde

segredos de culinária

selos

texto lindo

textos

textos da chica

textos lindos

youtubes

todas as tags

Recordações

Janeiro 2017

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

favorito

LINDAS FRASES!

LINDAS FRASES!

NELSON NED -RECADO AOS NA...

Gente e Toiros em vídeo

PENSAMENTOS

Dia Feliz!

Comentário...

"Terceirense", ferrenha!

Novidades

Livros...

LIVROS - Gosto da surpres...

Bom Livro!

Livro em branco

Livros

Livros

Livros

Livros

Livros

Livros

"MEU POEMA"

Toda a vez que eu choro Há um sol que ignoro Um mundo lá fora Que não se compadece É tempo perdido E este meu ar sofrido Está de mim cansado Sempre que eu me escondo É por cobardia É esta mania de me anular O que eu tenho mesmo No fundo, no fundo… É medo de amar! CHICA
blogs SAPO

subscrever feeds