Quarta-feira, 29 de Novembro de 2006

A escolha de um nome...

Antes do ansiado bebé nascer, e para além do natural contentamento que a sua chegada sempre provoca, surgem também algumas preocupações.

E a escolha para o nome do novo membro da família, é uma delas.

A avó materna acha que o seu nome( ou o do avô), conforme se trate de menino ou menina, é que serão os mais adequados. Os avós paternos, por sua vez, pensam que não há nomes mais apropriados que os seus.

Entretanto, e em surdina, os futuros padrinhos, os tios, os primos e amigos, vão sugerindo outros nomes.

O jovem casal, que normalmente, vão falando acerca deste assunto, durante toda a gravidez, por vezes já tinham escolhido um nome bonito para o seu bebé,vê-se aflito, pois o seu desejo era satisfazer e agradar a todos.

Nessa impossibilidade, devem refelectir muito antes de decidir dar o nome ao bebé, evitando nomes estrangeiros ou estrangeirados.

Nomes presumidos, alguns bem ridículos, ditados pela moda, ou pelo mau gosto de muita boa gente, que escolhem os nomes para os filhos, consoante as telenovelas brasileiras, que passam na época.

Tentem não optar por um nome que, na idade adulta, possa colocar mal o seu portador.

Escolha um nome bem português - e há nomes portugueses tão bonitos - com sólidas tradições familiares, que dará plena satisfação a toda a família, e em especial ao seu bebé, que quando crescer, muito se orgulhará ou, pelo menos não se envergonhará!

Nunca interferi ou dei opinião acerca dos nomes dos meus netos...os seus pais é que escolhem os nomes para os seus filhos.

Um aparte: - "Deus escreve direito por linhas tortas", pois sempre sonhei em ter uma neta chamada "Maria", e já tenho uma!

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 11:19

link do post | comentar | favorito

Frase do dia

O amor não tem idade. Está sempre a nascer.

Índice:
publicado por Chicailheu às 11:15

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 28 de Novembro de 2006

Pensamento da noite

Índice:
publicado por Chicailheu às 19:46

link do post | comentar | favorito

PERTO...

Estarei sempre perto...

A velar o teu descanso

Pensamento, música, flor

Te enviarei, meu amor !

 

Nunca mais pense

Que a solidão voltou...

Mesmo quando estiver só

Eu, em pensamento contigo estou!

 

Estarei perto nas diversas formas

Nos lugares comuns...

Entre fumaças e néons

Contigo estarei em todas as horas!

 

Perto...muito perto

Mais do que possas pensar

Estarei junto a ti

Para de mansinho te aconchegar !

 

Longe e perto

Numa distância sem medida

Ontem, hoje e amanhã

Fiz, faço e farei

Sempre parte integrante da tua Vida!

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 15:11

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

A partir de agora..

Como o Natal já está próximo, a partir de hoje, vou deixar sempre, um miminho de Natal!

A Sagrada Família!

Índice:
publicado por Chicailheu às 12:14

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

O Livro: Estampas do Passado e Presente

Como vos disse anteriormente, no sábado fui ao lançamento de um livro, escrito por um amigo do meu marido , natural do Cabo da Praia.

Neste simples livro (brochura com 74 páginas), o autor descreve afincadamente, as vivencias da freguesia, de há cinquenta anos a esta parte. Fala com pormenor  em todos os trabalhos rurais, bem como no desenvolvimento da sua freguesia.

Um trabalho de recolha e investigação sobre a antiga e importante freguesia do "Cabo da Praia".

Para além da vertente dos assuntos abordados, não é demais realçar o facto de serem escritos por alguém que é nascido e criado nesta freguesia, razão pelo que tem uma percepção privilegiada do que são os costumes e práticas rurais e culturais, e porque vive e sente como algo que faz parte da sua própria vida!

Gostei muito do convívio, do discuro improvisado do autor, já o orador alongou-se um pouco, (por nada, descrevia o livro na íntegra), e dou os parabéns ao amigo "Silveirinha ", desejando que este livro seja apenas o começo, e rampa para nos deixar mais escritos!

Um livro interesante a não perder!

 

publicado por Chicailheu às 11:59

link do post | comentar | favorito

Cá estou eu...

Cá estou eu, dando sinal de vida!...

Ontem voltei a ter dores horrorosas...quase a desfalecer!

Tinha combinado com a minha amiga Rosa, a irmos ver uma exposição , à Universidade da Terra-Chã e passarmos um tempinho juntas, o que infelizmente tive de à última da hora cancelar , via Email!

Foi mais um fim de tarde e uma noite para esquecer ...mas ainda estou tonta, nauseabunda, e cobre-me o manto da tristeza!

Vim até aqui, escrever um pouco, também para distrair, mas hoje, devo permanecer por casa, e mais na cama, pois esta triste doença requer repouso.

Ando num desalento, sem saber o que faça?

Já pensei em consultar outro médico, para ouvir, quem sabe, outra opinião, mas cá na Ilha não há muito por onde se escolha, no que se refere a médicos especialistas. O médico que me segue desde há quatro anos, é de Ponta Delgada, e só cá vem dar consultas e fazer exames, uma ou duas vezes por mês.

Como agora, precisava dos seus serviços...ele está longe!

Vou aguentando com analgésicos, para além da medicação indicada, duas vezes ao dia, e vou chorando e rezando...é o que posso fazer!

 

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 11:48

link do post | comentar | favorito

Pensamento do dia

publicado por Chicailheu às 11:45

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006

Frase da noite

Índice:
publicado por Chicailheu às 18:26

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

PAUSA...

Pausa...

Respiro fundo

Faço uma breve pausa...

Sou livre de pensar

Na essência das pessoas

Na alegria , no criticar....

Olho a estrada

Negra, com uma risca branca

Deixo o pensamento fluir...

Pausa...

Suspiro fundo...

Duas lágrimas vão rolar

Pelo meu rosto deslizar

No chão frio vão cair!

Pausa...

Sou livre de pensar

Mas por vezes sinto-me

Prisioneira em gaiola

 De ouro ou prata

Situação ingrata...

 Minha consciência  tensa

Está encarcerada!

Continuo olhando

A negra estrada...

Sinto medo do vazio

Volto a suspirar...

Pausa...

 Tenho frio,

A noite cai!...

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 16:17

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

::HORAS CERTAS::

::MÚSICA DO BLOGUE::

:: LINK-ME ::

:: CONTADOR ::

contador de acesso grátis

Índice

adágios

adivinhas

agradecimentos

amizade

amor

anedotas

aniversários

apontamentos

artes decorativas

as minhas músicas

até amanhã

bancos de jardim

boa noite

boa semana

boa tarde

boas recordações

bom dia

bom domingo

bom fim de semana

carnaval

coisas de que gosto

comentários

comentários ano novo

comentários da chica

comentários de natal

comentários de sábado

comentários noturnos

comentários tristes

conselhos úteis

culinária

curiosidades

datas comemorativas

desafios

destaques

dias da semana

dicas

domingo

drinks

efemérides

favoritos

feliz ano novo

feliz natal

fim de semana

fofuras

foto do dia

fotos

fotos interessantes

fotos lindas

frase de domingo

frase de hoje

frase do dia

frases

frases de natal

frases do dia

frases lindas

frases luminosas

frases noturnas

humorismo

ilha terceira

ilhas dos açores

imagem de hoje

imagem do dia

imagens lindas

janelas

janelas de natal

livros

meus textos

miminhos

miminhos de amizade

minhas músicas

minhas telas

músicas favoritas

músicas preferidas

músicas românticas

os meus poemas

outros poemas

parabéns

páscoa

pela madrugada

pela noite dentro

pensamentos

poemas

poemas de natal

preces e orações

prosas

provérbios

quadras populares

recados de natal

recordações

reflexões

retratos dos açores

sabia que

saúde

segredos de culinária

selos

texto lindo

textos

textos da chica

textos lindos

youtubes

todas as tags

Recordações

Janeiro 2017

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

favorito

LINDAS FRASES!

LINDAS FRASES!

NELSON NED -RECADO AOS NA...

Gente e Toiros em vídeo

PENSAMENTOS

Dia Feliz!

Comentário...

"Terceirense", ferrenha!

Novidades

CRÓNICA DO DIA!

FELICIDADE1

MAIS UM FINAL DE U DIA -...

FRASE DO DIA!

OLÁ PESSOAS LINDAS.

FRASE DO DIA!

IMAGEM DO DIA!

BOM DIA!

COMEMOREI 45 ANOS DE CASA...

EU, A AUTOGRAFAR OS MEUS ...

:: BLOGS ::

- Maripossa Azoriana Blog
Azoriana Blog
O Blog da Joanina
O Blog da Joanina
Photobucket

"MEU POEMA"

Toda a vez que eu choro Há um sol que ignoro Um mundo lá fora Que não se compadece É tempo perdido E este meu ar sofrido Está de mim cansado Sempre que eu me escondo É por cobardia É esta mania de me anular O que eu tenho mesmo No fundo, no fundo… É medo de amar! CHICA
blogs SAPO

subscrever feeds