Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2013

COMO É ESTRANHA A CABEÇA DOS VELHOS...

Como é estranha a cabeça dos velhos!

 

Quando os filhos começam a sair de casa, nesse momento damos conta que já não poderemos viver mais juntos.

 

Para nós, a família é uma coisa muito importante, achamos que podemos viver todos na mesma casa.

 

Desconhecemos como a família é uma coisa boa e má ao mesmo tempo, que nos faz sofrer.

 

Talvez um dia os filhos e os netos irão perceber!

 

Um dia em que possam ter memórias como eu!

 

Vejo que ás vezes os filhos e netos me olham com inquietação, imagino que pensam na minha morte.

 

Na idade em que estou é uma ideia que sempre me invade, não tenham receio de falar disto.

 

O meu corpo é agora um território desconhecido.

Todos os dias me incomodam mais os sinais que dele recebo.

 

Nas vossas idades os vossos corpos reagem e crescem de uma outra maneira.

 

EU NÃO!

 

A fantasia ajuda, claro, mas o corpo permanece em silêncio!

 

Quase sempre fico pela imaginação, pelo menos até que a memória não se perca.

 

Tive a sorte de ainda conhecer netos, já sou a avó. Mas...certamente já não verei bisnetos, não serei só a avó, serei a avó velhinha, até que um dia morrerei num LAR.

 

Não assistirei a nada disso.

 

Sei pelos vossos pais, que vocês meus netos olham para mim, como sendo a avó DOENTE.

 

Após as cirurgias, quando regresso a casa, vocês me vão ver, me abraçam, me beijam.

 

Dorida na alma e no corpo, pelas cirurgias, gosto muito de vos sentir junto de mim!

 

Choro muito à noite, sem que ninguém perceba a razão!...

 

Nos hospitais recordei muitas vezes aminha infância, quando estava doente, e a minha avó me tratava com papas de linhaça, para baixar a febre, a minha avó fazendo carinho na minha testa e dizendo: -«Não tarda nada a febre vai baixar».

 

Olhava e sorria para mim com um olhar diferente, uma alma sofrida com dor, uma mão que me afagava cheia de ternura!

 

Quero vos dizer que quando estou nos Hospitais com dores físicas e tratamentos dolorosos, mordo os lábios para me conter, mas não digo nada que manifeste o meu sofrimento...apenas penso em vocês!

 

Dão-me FORÇA!

 

Quero dizer-vos que penso muito, e cada vez mais, no nosso afastamento, com receio que as relações familiares fortes se destruturem!

 

Penso que uma criança, só (nos) ama se aparecermos muitas vezes junto delas.

 

Imagino a minha família á minha espera na expectativa de um bocado de ternura!

 

A dúvida persiste.

 

Se não deveria ter estado mais tempo com os meus filhos, a incerteza do caminho percorrido em busca do sucesso profissional, a correr á procura de tudo...do amor, a correr do emprego para casa sem parar um instante para olhar em volta!

 

Agora que tenho quase sessenta e três anos, a memória me traz todos os dias sombras do passado!

 

Gostaria de saber repartir a tristeza da proximidade da morte por todos os dias da semana, em vez de lidar com o desprezo diário da vida, que me faz sentir todos os dias a energia que autrora me mantinha forte!

 

Dessas sombras quero apenas ter vagas ideias, e se não for pedir muito, querer apenas, um fio de água antes de morrer, um abraço de ternura  sozinha!..

 

Não quero falar mais nesses dias...quero sim, falar nos anos seguintes!

 

CHICA

 

 

 

publicado por Chicailheu às 18:51

link do post | favorito
De artesã a 26 de Fevereiro de 2013 às 20:28
Muito bonito! é mesmo assim a vida. Beijinho
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



mais sobre mim

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Índice

adágios

adivinhas

agradecimentos

amizade

amor

anedotas

aniversários

apontamentos

artes decorativas

as minhas músicas

até amanhã

bancos de jardim

boa noite

boa semana

boa tarde

boas recordações

bom dia

bom domingo

bom fim de semana

carnaval

coisas de que gosto

comentários

comentários ano novo

comentários da chica

comentários de natal

comentários de sábado

comentários noturnos

comentários tristes

conselhos úteis

culinária

curiosidades

datas comemorativas

desafios

destaques

dias da semana

dicas

domingo

drinks

efemérides

favoritos

feliz ano novo

feliz natal

fim de semana

fofuras

foto do dia

fotos

fotos interessantes

fotos lindas

frase de domingo

frase de hoje

frase do dia

frases

frases de natal

frases do dia

frases lindas

frases luminosas

frases noturnas

humorismo

ilha terceira

ilhas dos açores

imagem de hoje

imagem do dia

imagens lindas

janelas

janelas de natal

livros

meus textos

miminhos

miminhos de amizade

minhas músicas

minhas telas

músicas favoritas

músicas preferidas

músicas românticas

os meus poemas

outros poemas

parabéns

páscoa

pela madrugada

pela noite dentro

pensamentos

poemas

poemas de natal

preces e orações

prosas

provérbios

quadras populares

recados de natal

recordações

reflexões

retratos dos açores

sabia que

saúde

segredos de culinária

selos

texto lindo

textos

textos da chica

textos lindos

youtubes

todas as tags

Recordações

Janeiro 2017

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

favorito

LINDAS FRASES!

LINDAS FRASES!

NELSON NED -RECADO AOS NA...

Gente e Toiros em vídeo

PENSAMENTOS

Dia Feliz!

Comentário...

"Terceirense", ferrenha!

Novidades

CRÓNICA DO DIA!

FELICIDADE1

MAIS UM FINAL DE U DIA -...

FRASE DO DIA!

OLÁ PESSOAS LINDAS.

FRASE DO DIA!

IMAGEM DO DIA!

BOM DIA!

COMEMOREI 45 ANOS DE CASA...

EU, A AUTOGRAFAR OS MEUS ...

"MEU POEMA"

Toda a vez que eu choro Há um sol que ignoro Um mundo lá fora Que não se compadece É tempo perdido E este meu ar sofrido Está de mim cansado Sempre que eu me escondo É por cobardia É esta mania de me anular O que eu tenho mesmo No fundo, no fundo… É medo de amar! CHICA
blogs SAPO

subscrever feeds