Quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

PORQUE ESCREVO...

Às vezes escrevo por gosto… outras por prazer… muitas por necessidade…

 

Há ocasiões em que simplesmente tenho de o fazer por qualquer motivo que vem não sei de onde… desejo inexplicável de contar o que me vai na alma...sei bem que não sou nenhum génio, tenho só um certo mau génio… não sou nenhuma luz, tenho alguma chispa… nunca me parece bem o que faço e procuro sempre superar-me… claro que não sou perfeita… posso dizer que nada me prende muito menos o medo… a alma não tem descanso quando se trata de paixão… também lhe falta tranquilidade quando se trata de amor… menos ainda tem paz quando se fala de ausência… por isso nada melhor que dizer amo-te e depois ver-te sorrir…


BEIJOS!!!

 

CHICA

Índice:
publicado por Chicailheu às 09:02

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 30 de Janeiro de 2011

NO PRINCÍPIO...

 

No princípio...

 ...eu era a Eva
Criada para a felicidade de Adão
Mais tarde fui Maria
Dando à luz aquele
Que traria a salvação
Mas isso não bastaria
Para eu encontrar perdão.
Passei a ser Amélia
A mulher de verdade
Para a sociedade
Não tinha a menor vaidade
Mas sonhava com a igualdade.
Muito tempo depois decidi:
Não dá mais!
Quero minha dignidade
Tenho meus ideais!
Hoje não sou só esposa ou filha
Sou pai, mãe, arrimo de família
Sou caminhoneira, taxista,
Piloto de avião, policial feminina,
Operária em construção... Ao mundo peço licença
Para atuar onde quiser
Meu sobrenome é COMPETÊNCIA
E meu nome é MULHER..!!!!

 

(O Autor é Desconhecido,
mas um verdadeiro sábio...)

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 07:53

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Trocas mal feitas

Há pessoas que não sabem o que é o sorriso

E por isso trocam por uma lágrima.

Não sabem o que é um canto

E trocam por um grito de agonia.

Não sabem o que é uma amizade

E trocam por antipatia.

Não sabem o que é o amor

E trocam por um grande ódio.

Não sabem o que é a paz

E trocam pela intriga.

Não sabem o que é a verdade

E trocam por um mundo corrido de mentiras.

Não sabem o que é uma flor, uma árvore, uma paisagem

E trocam-nas por uma poluição desenfreada.

Não sabem o que é o diálogo

E se trancam dentro de si mesmas.

Não sabem o que é a união

E vivem isoladas.

Não sabem quem é Deus

E o trocam por superstições vazias.

Não sabem o que é a vida

E vivem trocando-a pela morte.

Todas estas trocas são feitas

Porque o mais cómodo tem caminhos mais fáceis.

Mas a verdade é uma só: lutar; servir e perservar.

As trocas pelo mais cômodo, pelo mais fácil, não levam a lugar nenhum.

Pelo contrário: atrapalham, esvaziam, machucam e destroem.

 

(desconheço o autor)

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 04:48

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 26 de Maio de 2007

Correr Riscos

Rir é correr o risco  de parecer louco.

Chorar é correr o risco de parecer sentimental.

Ajudar o outro é correr o risco de se envolver.

Manifestar os sentimentos é correr o risco de expor o eu verdadeiro.

Apresentar as ideias e os sonhos diante da multidão é correr o risco de perdê-los.

Amar é correr o risco de não ser amado em troca.

Viver  é correr o risco de morrer.

Esperar é correr o risco de desesperar.

Experimentar é correr o risco de falhar.

Mas há que correr riscos, porque o maior risco na vida é correr nenhum risco.

Quem não corre nenhum risco, não faz nada, não tem nada e não é nada.

Pode evitar o sofrimento e a dor mas, simplesmente, não pode nem aprender, nem sentir, nem mudar, nem crescer, nem amar, nem viver.

Acorrentado à sua certeza, é escravo, perdeu a sua liberdade.

Só a pessoa que corre riscos é LIVRE!.

 

(Autor desconhecido)

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 00:43

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 14 de Janeiro de 2007

Em tempo de turbulência

É preciso encontrar a calma, descobrir a poesia...

 

No beijo do bebé

No riso da criança

Na voz que acalma

Nas rugas do idoso

No raio de luz que espreita pela janela

Na ave que esvoaça

Na flor que se abre

Nos raios do Sol

No brilho da Lua

No som  do mar a espumar na areia

No espelho que se reflecte na parede

Do barulho duma cadeira de balouço

Do crepitar do lume na lareira

No colorido do xaile de seda

Na leitura de um livro

No ouvir uma melodia

No conforto da nossa casa, mais pobre ou mais rica...

Em tudo isto se pode encontrar poesia...

 

É o que temos ao alcance. É tudo o que temos para aproveitar, para nos consolar e amenizar os dias, que pode ser muito mais do que o mencionado.

 

 

 

 

 

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 09:30

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Novembro de 2006

Eu conheço o amor

Eu conheço pessoas pobres que distribuem sorrisos .

Eu conheço pessoas que sofrem que comunicam alegria.

Eu conheço pessoas incompreendidas que sabem compreender.

Eu conheço pessoas puras que conquistam pelo olhar.

Eu conheço pessoas pacíficas que caminham levando Paz.

Eu conheço pessoas bondosas que a todos tem o que dar.

Eu conheço pessoas injustiçadas que souberam perdoar.

Eu conheço essas pessoas,

O seu segredo é AMAR!

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 15:13

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Outubro de 2006

No escuro...

À noite, as pessoas parecem-me mais transparentes, tem outro estado de alma, soam-me mais sinceras.

A noite para mim não é uma sombra negra. pelo contrário, tudo me parece mais autentico , mais genuíno , mais natural...

Temos uma outra liberdade, uma expansão diferente de nós mesmos.

Conversamos, reflectimos e até a parte mais escondida de nós vem com mais naturalidade à superfície.

É sempre à noite que eu escrevo mais, que uma certa poesia vem ter comigo, (poesia noturna ), que os meus desejos brotam da fonte da alma, que a minha voz interior se eleva mais, mesmo quando permaneço em silêncio!...

A noite dá-me mais criatividade, dá-me outra luz interior mais límpida, dá-me  um colorido diferente, dá-me outra razão de viver

Se não existisse a noite, eu não tinha tantas utopias. Não recordava tanto, não sonhava tanto, não escrevia tanto, e certamente vivia menos.. É sempre à noite que me sinto próxima da minha própria sombra.

Talvez mais nua, mas espiritualmente mais rica...

Índice:
publicado por Chicailheu às 19:16

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Outubro de 2006

Não queria chorar mais!...

Por ser crédula e ingénua não sou tola

Gostaria de até o ser!

Porque sofreria menos

E prestaria mais atenção

Nas máscaras das pessoas

E poder investigar seu coração!

Das más e das boas.

Fico meia atordoada ....

Por vezes aparvalhada.

Descubro que tudo tem

A sua razão de ser

Carrego dentro de mim

A esperança que espero

De desaparecer o feio

E me encantar com o belo!

Fico sem entender

Porque fico abandonada

triste, assustada,

Mergulhada nas minhas lágrimas

Que ficam saturadas

Com o veneno das pessoas...

Não consigo entender

 A maldade, a falta de verdade

Custa-me por vezes a crer

Que sou usada e largada

 Ali, à beira da estrada

Não me sinto bem...

Vendo pessoas maltratadas

A  troco do nada.

Não consigo entender as pessoas

Sei que a felicidade total é frágil...

E o sorriso eterno é utópico

Mas quero chorar menos!...

Eu me dou por completo

Entrego-me de corpo e alma

 Meu sorriso é aberto

Acredito nas crianças e nos velhos

Respeito os seus belos olhos,

Os cheiros gostosos sufocam os fedores

 O colorido cobre a cinza...

Façamos correntes de flores

Para acabar com os horrores!

Não queria chorar mais!!!

 

 

 

 

 

Índice:
publicado por Chicailheu às 06:13

link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim

Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

::HORAS CERTAS::

::MÚSICA DO BLOGUE::

:: LINK-ME ::

:: CONTADOR ::

contador de acesso grátis

Índice

adágios

adivinhas

agradecimentos

amizade

amor

anedotas

aniversários

apontamentos

artes decorativas

as minhas músicas

até amanhã

bancos de jardim

boa noite

boa semana

boa tarde

boas recordações

bom dia

bom domingo

bom fim de semana

carnaval

coisas de que gosto

comentários

comentários ano novo

comentários da chica

comentários de natal

comentários de sábado

comentários noturnos

comentários tristes

conselhos úteis

culinária

curiosidades

datas comemorativas

desafios

destaques

dias da semana

dicas

domingo

drinks

efemérides

favoritos

feliz ano novo

feliz natal

fim de semana

fofuras

foto do dia

fotos

fotos interessantes

fotos lindas

frase de domingo

frase de hoje

frase do dia

frases

frases de natal

frases do dia

frases lindas

frases luminosas

frases noturnas

humorismo

ilha terceira

ilhas dos açores

imagem de hoje

imagem do dia

imagens lindas

janelas

janelas de natal

livros

meus textos

miminhos

miminhos de amizade

minhas músicas

minhas telas

músicas favoritas

músicas preferidas

músicas românticas

os meus poemas

outros poemas

parabéns

páscoa

pela madrugada

pela noite dentro

pensamentos

poemas

poemas de natal

preces e orações

prosas

provérbios

quadras populares

recados de natal

recordações

reflexões

retratos dos açores

sabia que

saúde

segredos de culinária

selos

texto lindo

textos

textos da chica

textos lindos

youtubes

todas as tags

Recordações

Janeiro 2017

Agosto 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

favorito

LINDAS FRASES!

LINDAS FRASES!

NELSON NED -RECADO AOS NA...

Gente e Toiros em vídeo

PENSAMENTOS

Dia Feliz!

Comentário...

"Terceirense", ferrenha!

Novidades

PORQUE ESCREVO...

NO PRINCÍPIO...

Trocas mal feitas

Correr Riscos

Em tempo de turbulência

Eu conheço o amor

No escuro...

Não queria chorar mais!.....

:: BLOGS ::

- Maripossa Azoriana Blog
Azoriana Blog
O Blog da Joanina
O Blog da Joanina
Photobucket

"MEU POEMA"

Toda a vez que eu choro Há um sol que ignoro Um mundo lá fora Que não se compadece É tempo perdido E este meu ar sofrido Está de mim cansado Sempre que eu me escondo É por cobardia É esta mania de me anular O que eu tenho mesmo No fundo, no fundo… É medo de amar! CHICA
blogs SAPO

subscrever feeds